APARA, O RAPAZ QUE VAI E VEM

Valdevinos (PORTUGAL)

Pingo a pingo se enche um garrafão de água. “Apara o rapaz que vai e vem”, conta a estória do dia-a-dia de um rapaz numa aldeia africana. A água é o que a aldeia tem de mais importante. Este rapaz chama-se Apara. No outro lado do mundo vive Gedeão, um rapaz da mesma idade que vive numa cidade onde nada lhe falta. Gedeão tem tudo o que precisa bem perto de si. Água não é problema. Corre facilmente pela torneira, torneira essa que está sempre a pingar. Poderão os pingos desta torneira encher o garrafão de água de Apara?
________________________________________________________________________

TEATRO D. ROBERTO ou ROBERTOS”

JOSÉ GIL, FERNANDO ROSADO e JOÃO COSTA (PORTUGAL)

Marionetas Tradicionais Portuguesas, comummente conhecida de norte a sul do país por: “Robertos”, “Zé Broas” ou “Robertos de Caixa Murrada”, este género de teatro de marionetas constitui uma relíquia na cultura popular Portuguesa e em particular no Teatro de Marionetas/Fantoches em Portugal. A aguardar o reconhecimento de Património Imaterial Português, esta tradição através do apoio do Museu da Marioneta de Lisboa marca presença na 2a edição do festival com a apresentação de 3 bonecreiros diferentes.

SPOKE’N CHAIN

LAS AVENTURAS DE AARON ERRANT (INGLATERRA)

Em cima de uma grande bicicleta, apresentam a tradição japonesa “Kamishibai”. Com palavras, desenhos, objetos e máscaras, duas personagens contam a história de Aaron Errant: um ciclista itinerante que se põe a caminho atrás do seu sonho. Espetáculo multi linguístico para todas as idades, que alerta para as questões de sustentabilidade do nosso planeta.

A FARSA DO SAPATEIRO

SA MARIONETAS (PORTUGAL)

Gil Vicente estreia a sua nova comédia nas festas do casamento de D. Isabel com Carlos V. A dias de estrear a sua nova obra, entra em desespero pois faltam os sapatos para os actores que seriam feitos pelo sapateiro real. Como este não aparece Gil Vicente resolve ir a sua casa ver o que se está a passar. Depois de ser chamado pelo rei para entregar sapatos novos para usar nas cortes, este ficou em casa a tentar acabar os sapatos encomendados por Gil Vicente, mas estava sempre a ser interrompido pelo cobrador de impostos que com medo que não chegasse o dinheiro para o dote da rainha, pedia sempre mais dinheiro.

MAMULENGO CAPIROTO

LA FONTANA (BRASIL / PORTUGAL)

O nome Capiroto, título deste espetáculo de Mamulengo, é um termo popular brasileiro, muito comum, usado para designar o diabo. Neste caso, não se refere ao lado maquiavélico e terrível da personagem, no seu contexto judaico-cristão, mas antes ao conceito profano da festa, da amoralidade e da liberdade para os prazeres mais “carnais” e transgressores, como são a dança, a música, a comida e a sexualidade. Evoca a alegria que permitem alterar o equilíbrio da sociedade, as relações de poder, insurgindo-se contra o maniqueísmo da vida.

ANDREINA Y GERVÁSIO

Coprodução Todozancos e Mãozorra (ESPANHA | PORTUGAL)

Gervasio é um homem apaixonado pela sua marionetas que tanto gosta de exibir e manipular em praça pública. hoje prepara-se para mais uma performance, contudo algo acontece de inesperado. Os fios partem.-se durante o espetáculo. Andreína parece que ganha vida própria. A partir daqui a relaçao se reinventa numa dupla cumplicidade a explorar. Abre-se assim um universo poético repleto de humor, destreza, enredos e riscos onde o público se vê no papel de mediador participando de forma fugaz num espetáculo desparatado e vertiginoso.

O CAÇADOR

MÃOZORRA (PORTUGAL)

Rute sente-se muito triste e procura um namorado com quem casar! Roberto de pronto se oferece como noivo, mas terá de satisfazer Rute com um belo jantar. A ida à caça é a solução que Roberto encontra para conquistar Rute. Porém um outro caçador, um coelho ladrão e astuto irão tornar a tarefa difícil e repleta de peripécias. Para além disso surge o Mago a reclamar pelo seu coelho mágico.
Irá conseguir Roberto casar com Rute?

NYMIO – Histórias mínimas contadas à mão

ZERO EN CONDUCTA (ESPANHA)

Nymio combina marionetas com teatro gestual. Espetáculo que explora as possibilidades da mão e as consequências destas no resto do corpo. Nymio traz na bagagem várias técnicas de manipulação, mão e dança são reinventadas para criar um estilo único na linguagem visual.